Urbanistas organizam ações contra o coronavírus

 

Estão sendo mapeadas comunidades e ações na Capital, RMPA, no Litoral Norte e em Caxias do Sul
/REPRODUÇÃO/GOOGLE MAPS/JC

Urbanistas criaram, há três semanas, um grupo para promover ações contra o coronavírus com intervenções no ambiente onde as pessoas vivem, especialmente comunidades carentes. A assistência técnica para moradias é um dos nortes do movimento.
O coletivo, chamado "Urbanismo contra o corona", começou no centro do País e já tem representações em diversos estados, além de ter atraído profissionais de várias áreas, inclusive da saúde.
No Rio Grande do Sul, a rede inclui as representações estaduais do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/RS) e Sindicato dos Arquitetos.
Já estão sendo mapeadas comunidades e ações em Porto Alegre, cidades da Região Metropolitana, do Litoral Norte e em Caxias do Sul.
Um dos articuladores nacionais da iniciativa, Rodrigo Bertamé, presidente do Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado do Rio de Janeiro, ilustra a ideia com uma proposta de, ao invés de investir grandes somas em uma obra, realizar uma série de pequenas intervenções com poucos recursos. "Ao invés da obra de R$ 1 milhão, pensar em 1 milhão de obras de R$ 1,00."
Somados, investimentos em pequenas empreitadas podem ter o mesmo impacto financeiro de um grande empreendimento, além de atender demandas sociais urgentes. Um dos caminhos para a iniciativa é a assistência técnica para habitação de interesse social - a Athis.
Instituída em 2008, permite que famílias de baixa renda tenham assistência técnica pública e gratuita para a edificação ou reforma de suas moradias. Esse acesso é garantido pelo poder público e as obras são executadas com recursos próprios da família atendida ou com recursos públicos subsidiados.
Uma proposta que circula entre o grupo é incluir o profissional que atende a Athis nas equipes de estratégia de saúde da família. Para Cláudia Pires, que integra a comissão de política urbana no Instituto dos Arquitetos do Brasil em Minas Gerais, a importância desse trabalho está no entendimento da casa como agente de prevenção e combate a doenças, como é o caso na pandemia de Covid-19.
Se você quiser fazer parte do grupo urbanistas contra o corona, como voluntário ou doador, preencha esse formulário: bit.ly/covid-urbrs-doacoes
Urbanismo contra o corona já atua em vários estados
Enquanto planeja ações de médio prazo, como a assistência técnica para moradias, o Urbanismo contra o corona” já trabalha com a situação emergencial em comunidades carentes pelo
Brasil. O grupo mapeia voluntários dispostos fazer doações e indica populações que precisam desses recursos.
O arquiteto e urbanista Alexandre Pereira Santos, que da Alemanha contribui com a organização do grupo em Porto Alegre, explica que a plataforma, virtual e colaborativa, permite
que lideranças marquem a localização de suas comunidades e relatem o tipo de apoio que necessitam - nesse primeiro momento, a demanda é principalmente por alimentos e itens de
higiene. Esses dados são ligados a outro cadastro, formado por entidades ou grupos voluntários
que podem atender as demandas comunitárias.
A relação entre essas duas pontas é direta, sem intermediários - o que o coletivo faz é justamente permitir o encontro de informações. “Nosso papel é mapear e analisar territorialmente depois”, explica a arquiteta e urbanista Cláudia Pires, de Belo Horizonte.
Cláudia defende que as informações fornecidas por representantes comunitários sejam cruzadas
com dados de vulnerabilidade produzidos pelo poder público ou por organizações não governamentais, para identificar os territórios com necessidade de intervenção de políticas públicas. “Cuidar da habitação é proporcionar qualidade de vida, é manter a vida”, defende a arquiteta.
COMO COLABORAR
Para indicar uma comunidade ao grupo Urbanismo contra o corona, colaborar como voluntário ou iniciar o mapeamento da sua região, o endereço é bit.ly/mapa_urbanismo_covid19_rs.
___________________________________________________________________________________

Comentários

Postagens mais visitadas